O Perigo das Embalagens de Isopor!

O Perigo das Embalagens de Isopor!

Você sabia que a substancia química que possui no isopor, pode contaminar o alimento do seu filho?

Hoje, o isopor está associado a um número cada vez maior de hábitos de consumo, embalagens, bandejas, pratos, copos, entre outros…  Colocando em risco nossa saúde e a saúde do nosso planeta. São muitas as razões para dispensarmos estes produtos, um deles é o material chamado poliestireno expandido ou isopor. Este produto contém resina plástica, o químico estireno, que foi ligado ao câncer, à perda de visão e audição, enfraquecimento da memória e da concentração, e a efeitos sobre o sistema nervoso, e muitos outros…
Quando ingerimos líquidos quentes ou alimentos em embalagens de isopor, a substância de estireno libera da espuma e entra diretamente em nosso organismo. De acordo com a Agência de Proteção Ambiental dos EUA (EPA), vários estudos epidemiológicos sugerem vínculo entre a exposição ao estireno e um aumento no risco de leucemia e linfoma.
Esta substancia provoca sérios efeitos à saúde na exposição dos trabalhadores da indústria. Após observar profissionais que tem contato diário com esse produto, a EPA constatou que pessoas expostas ao estireno passaram a sofrer de problemas de saúde como dores de cabeça, depressão, perda auditiva e problemas neurológicos.
Sem contar os impactos ambientais, o isopor leva 500 anos para se decompor e ocupa de 25% a 30% dos aterros de lixo globais. A mesma substância química tóxica que vaza das bandejas e recipientes para a comida, também pode infiltrar no solo e voltar a entrar na cadeia alimentar. Nossos lagos, vias navegáveis e os oceanos estão sofrendo graças ao lixo do isopor. As boias de isopor são responsáveis por pelo menos 30% do lixo que circula nas correntes dos oceanos. Ele apresenta riscos de danos ao motor de navios e outras embarcações. Muitos animais como peixes, tartarugas, baleias e golfinhos confundem pequenos pedaços de isopor com organismos marinhos, e acabam se “alimentando” deles. O resultado disso é a intoxicação, não apenas dos animais marinhos, mas também de qualquer ser que se alimente deles, incluindo seres humanos.
Existem 57 subprodutos químicos liberados durante a fabricação do estireno, poluindo nosso ar e mananciais hídricos.
É um produto muito difícil de ser reciclado. O principal problema para a reciclagem desse tipo de produto é a viabilidade econômica. O isopor, além de levíssimo, ocupa um espaço muito grande, por isso seu baixo preço de venda. Isso faz com que não seja uma opção viável para catadores e cooperativas. Evite o uso do isopor, e se não tiver outra opção, seja consciente e procure um ponto de descarte próximo de sua casa. Nossas crianças e o meio ambiente agradecem!!
Esta é uma dica de mãe para mãe!

É isso, gostou das dicas? Curta minha Fan Page no Facebook, inscreva-se no meu canal do YouTube,  sempre terá muita novidade e receitas para facilitar o seu dia a dia!

YouTube: https://www.youtube.com/c/tatialvares
Facebook: https://www.facebook.com/tatinhaalvares

Um beijo e até o próximo post!


Comentarios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *